Britannia : 306 A.D.

Constantino o Grande, Imperador Romano e Britanico
De Bononia(Germania) Constantino e seu irmão atravessaram o Canal até a Britannia e fizeram seu caminho para Eboracum (York), capital da província de Britannia Secunda e sede de uma grande base militar.
Constantino foi capaz de passar um ano no norte da Britannia ao lado de seu pai, Constâncio em campanha contra os Pictos além da Muralha de Adriano no verão e no outono.
A campanha de Constâncio, como a de Septímio Severo antes disso, provavelmente avançaram para o norte, sem alcançar grande sucesso. Constâncio tinha ficado severamente doente ao longo do seu reinado, e morreu em 25 de Julho de 306 em Eboracum (York).

Antes de morrer, ele declarou seu apoio ao filho Constantino para o posto de Augusto . O rei Alamano Chrocus, um bárbaro a serviço de Constâncio, em seguida, proclamou Constantino como Augusto. As tropas leais à memória de Constâncio seguiram esta aclamação.
A Gália e a Britannia aceitaram rapidamente o seu governo.
Iberia, que tinha sido domínio de seu pai há menos de um ano no entanto rejeitou-o.
Devido à sua fama e seu imperador sendo proclamado no território romano, a Britannia , mais tarde considerou Constantino como um rei de seu próprio povo. No século 12, Henry de Huntingdon incluiu uma passagem em sua Historia Anglorum que a mãe de Constantino, Helena era uma britânica, filha de rei Cole de Colchester. Geoffrey de Monmouth expandiu esta história em seu altamente ficcionado Historia Regum Britanniae, e conta os Reis supostos da Britannia a partir de suas origens em Tróia até a invasão anglo-saxonica . De acordo com Geoffrey, Cole era então rei dos Bretões, quando Constâncio, um senador em Roma , veio para a Inglaterra. Temendo os romanos, Cole submeteu-se à lei romana, desde que ele manteve o seu reinado. No entanto, ele morreu um mês depois, e Constâncio assumiu o trono por si mesmo, casando-se com a filha de Cole, Helena . Eles tiveram um filho, Constantino, que sucedeu seu pai como Rei da Britannia antes de se tornar imperador romano.
Historicamente, esta série de eventos pode ser extremamente improvável. Constâncio já tinha deixado Helena pelo tempo que ele partiu para Britannia . Ademais , nenhuma fonte anteriormente menciona que Helena nasceu na Britannia , sem falar que ela era uma princesa. As fontes de Henry de Huntingdon para a história são desconhecidas, embora possa ter sido uma hagiografia perdida de Helena.

Related Blogs

    Leave a Reply

    Fill in your details below or click an icon to log in:

    WordPress.com Logo

    You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

    Twitter picture

    You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

    Facebook photo

    You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

    Google+ photo

    You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

    Connecting to %s